Translate

quarta-feira, 5 de março de 2008

Escrever não é fácil

Gosto muito desta frase "Ler mais e publicar de menos". Muitos pseudo-autores buscam apresentar de forma imatura e apressada suas produções sem levar em consideração o papel social, intelectual e estético de um texto. Lobo Antunes, um dos maiores romancistas da autualidade, afirma que "É preciso muito sofrimento para escrever bem. E para tocar os outros". Reconheço que para escrever bem é um longo processo, pois esse ato não se resume apenas a respeitar as normas vigentes da escrita, mas atuar no ser dos outros e estar constantemente se construindo. Hoje, devido as facilidades de publicação e também ao poder aquisitivo de alguns, temos as mais variadas aberrações no nosso cenário como poemas eróticos dedicados a amigos, panorama da literatura feita no estado contendo os mais diversos erros, crônicas forçadas que nada dizem, ou melhor, em nada acrescenta para mundo.
A essas figuras deveriam ter a humildade de reconhecer que inteligencia é para poucos e talento se desenvolve com o tempo.

7 comentários:

Jonnas ou Lipe disse...

Por isso devemos começar do início e publicar o que você tem de melhor, mesmo que para alguns isso não seja tão bom.
O primeiro passo para escrever bem é escrever mau. Pois com o sucesso não se aprende nada, com os erros sim. Ninguém nasce escrevendo "Helena".
Flw professor.

Thávia disse...

Oi professor, fiz uma postagem no meu blog sobre a justiça brasileira. Gostaria que você desse uma olhadinha lá!

Carolpio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carolpio disse...

Oi Herasmo.. dou sempre uma olhadinha aqui no seu blog e hoje vim fazer um convite especial: http://carolvilanova.zip.net/
visite o meu também.
ok?
E em relação ao texto publicado, gostei muito das observações e pude ligá-las ao livro que estou lendo atualmente para o seu projeto de redação que é: "Um sopro de vida" de Clarisce Lispector em que ela faz inúmeras indagações sobre escrever ou não um livro e durante a obra repete várias vezes que escrever não é assim tão lógico.. muitas vezes até põe abaixo a própria obra pois sabe que possui defeitos, e eu acho que realmente existem por aí muitos livros que não fariam falta na prateleira, mas que infelizmente são os mais comprados.
Um texto não é um amontoado de palavras, escrever é um ato pensado!
até mais.

david disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
david disse...

Estava pensando sobre esse seu texto, e além de concordar com o senhor, percebo que primeiramente é melhor guardarmos a idéia só para nós mesmos. Sendo assim, nossas opiniões sobre ela vão amadurecendo para que quando formor escrever, tenhamos certeza de que estamos escrevendo a coisa certa e que não nos está escapando nada.
Ela precisa estar sendo ´´cozinhada´´ em nossas mentes

Oratte disse...

Lembrei agora dos "poemas eróticos dedicados a amigos". Lembro que morri de rir na sala quando você falou.